Fingerprint Engine da Elsevier

A Elsevier desenvolve soluções cruciais para as instituições de pesquisa e agências de financiamento que são possibilitadas pelo uso da tecnologia Fingerprint Engine da Elsevier

Solicite uma consulta

O que é Fingerprint?

Um sistema de software back-end, o mecanismo Fingerprint da Elsevier explora o texto de documentos científicos – a publicação de resumos, anúncios e concessão de financiamentos, resumos de projetos, patentes, propostas/aplicativos, e outras fontes – para criar um índice de termos ponderados que definam o texto, conhecido como visualização Fingerprint.

O que é Fingerprint?
Figura 1: visualização Fingerprint

Por meio do agrupamento e comparações Fingerprints, o mecanismo Fingerprint da Elsevier auxilia as instituições a irem além dos metadados e exibe conexões valiosas entre pessoas, publicações, oportunidades e ideias.

O mecanismo Fingerprint da Elsevier possibilita o uso de muitas soluções, como Pure, sistema abrangente de gerenciamento de informações, e Expert Lookup, a ferramenta da Elsevier para encontrar revisores.


Cobre uma ampla gama de áreas com um conjunto de dicionários de sinônimos

O mecanismo Fingerprint da Elsevier utiliza vários sinônimos para atender aplicações de diferentes áreas de estudo. Ao aplicar uma ampla gama de sinônimos, a Elsevier pode desenvolver soluções para pesquisadores nas seguintes áreas, mas limitada e elas: ciências da vida, engenharia, ciências da Terra e ambientais, artes e humanidades, ciências sociais, matemática e agricultura. O dicionário de sinônimos fornecido pela instituição também pode ser incorporado.

Como funciona

O mecanismo Fingerprint da Elsevier cria Fingerprints por meio de um processo de três etapas:

  1. O mecanismo Fingerprint da Elsevier aplica várias técnicas de Processamento de Linguagem Natural para minerar o texto de documentos científicos como a publicação de resumos, anúncios e concessão de financiamentos, resumos de projetos, patentes, propostas, aplicativos e outras fontes
  2. Os principais conceitos que definem o texto são identificados no dicionário de sinônimos que abrange todas as principais disciplinas
  3. O mecanismo Fingerprint da Elsevier cria um índice de termos ponderados que definam o texto, conhecido como Fingerprint.

Aplicação do Fingerprint para embasar a tomada de decisões

Por meio do agrupamento e comparações de Fingerprints de pessoas, publicações, oportunidades e ideias, o mecanismo Fingerprint da Elsevier revela conexões importantes com aplicações práticas. Apresentamos a seguir alguns exemplos de como o Fingerprint pode levar inteligência acadêmica para os seus dados.


Criação de perfis de especialistas para permitir a colaboração

  • Pure agrega as identificações de documentos individuais para criar identificações únicas que revelem a especialização distinta de seus pesquisadores. Em meados de 2014, a solução Pure passou a associar as informações sobre oportunidades de financiamento do Fingeprint com a solução de financiamento SciVal® para os seus pesquisadores, recomendando oportunidades adequadas de financiamento e os colaboradores sugeridos.

Comparação dos dados do Fingerprint para encontrar revisores

  • A solução Expert Lookup compara dados de documentos com as identificações dos pesquisadores, facilitando a identificação de revisores e aumentando a conscientização sobre possíveis conflitos de interesses.

Ajuda para os pesquisadores encontrarem as revistas adequadas para a publicação de artigos

  • O mecanismo de busca de revistas da Elsevier ajuda os pesquisadores a encontrar as revistas mais adequadas para os seus respectivos artigos. O mecanismo de busca de revistas associa resumos às revistas da Elsevier, analisando os mais de 2.200 títulos da Elsevier nas áreas de ciências da saúde, ciências da vida, física e ciências sociais.