Professores dispõem de ferramenta valiosa no ensino de Fisiologia

LIVRO: Professores dispõem de ferramenta valiosa no ensino de Fisiologia

Professores-dispoem-de-ferramenta-valiosa-no-ensino-de-Fisiologia.jpg

O Dia dos Professores, comemorando em 15 de outubro, teve origem em 1827 quando Dom Pedro I decretou uma Lei Imperial responsável pela criação do Ensino Elementar no Brasil – chamada Escola de Primeiras Letras.
Os professores estão sempre em busca de fornecer aos estudantes aulas com o conteúdo rico, eficaz e com didática o mais compreensível possível.
Uma das obras favoritas dos professores de Fisiologia é o clássico “Guyton & Hall Perguntas e Respostas em Fisiologia”, considerado uma ferramenta valiosa para o estudo da fisiologia, ajuda os profissionais da educação na elaboração de atividades e provas.

Selecionamos uma pergunta do livro, que com certeza seria usada pelo seu professor (a):
Qual afirmativa sobre o músculo cardíaco é mais precisa

A) Os túbulos T do músculo cardíaco podem armazenar muito menos cálcio do que os túbulos T do músculo esquelético
B) O estiramento e a contração do músculo cardíaco dependem da quantidade de cálcio circundante nos miócitos cardíacos
C) No músculo cardíaco o início do potencial de ação provoca uma abertura imediata dos canais de cálcio lentos
D) A repolarização do músculo cardíaco é causada pela abertura dos canais de sódio
E) Os mucopolissacarídeos dentro dos túbulos T se ligam aos íons cloreto

A resposta correta é a alternativa B. O músculo cardíaco armazena muito mais cálcio em seu sistema tubular do que o músculo esquelético e é muito mais dependente de cálcio extracelular que é o músculo esquelético. A abundância de cálcio está vinculada aos mucopolissacarídeos no interior do túbulo T. Esse cálcio é necessário para a contração do músculo cardíaco, e a sua força de contração depende da concentração de cálcio em torno dos miócitos cardíacos. No início do potencial de ação, os canais rápidos de sódio se abrem primeiro, sendo depois seguidos pela abertura dos canais lentos de cálcio

Share
Tweet
Share
Share