O que é a inflamação? Entenda suas definições e características

O-que-e-a-inflamaao-Entenda-suas-definioes-e-caracteristicas.jpg

¹A inflamação é uma resposta dos tecidos vascularizados a infecções e tecidos lesados. Consiste em recrutar células e moléculas de defesa do hospedeiro da circulação para os locais onde são necessárias, com a finalidade de eliminar os agentes agressores . Embora, na linguagem comum de médicos e leigos, a inflamação sugira uma reação nociva, trata-se de uma resposta protetora essencial à sobrevivência. Destina-se a livrar o organismo tanto da causa inicial da lesão celular (p. ex., microrganismos, toxinas) quanto das respectivas consequências (p. ex., células e tecidos necróticos). Os mediadores de defesa incluem leucócitos fagócitos, anticorpos e proteínas do complemento. Normalmente, a maioria circula pelo sangue, de onde podem ser rapidamente recrutados para qualquer lugar do corpo; algumas das células também residem nos tecidos.

O processo de inflamação envia essas células e proteínas aos tecidos lesados ou necróticos, bem como aos invasores estranhos, como microrganismos, e ativa as células e moléculas recrutadas, que, então, funcionam de modo a eliminar as substâncias indesejadas ou nocivas. Sem a inflamação, as infecções poderiam passar despercebidas, feridas poderiam nunca cicatrizar e os tecidos lesados permaneceriam com feridas permanentemente infectadas. Além das células anti-inflamatórias, os componentes da imunidade inata incluem outras células, como, por exemplo, as células natural killer, células dendríticas e células epiteliais, além de fatores solúveis, como as proteínas do sistema complemento. Juntos, esses componentes da imunidade inata agem como a primeira barreira contra a infecção. Também têm a função de eliminar células danificadas e corpos estranhos.

A reação inflamatória típica se desenvolve por meio de uma série de etapas em sequência:

  • O agente agressor, que se situa nos tecidos extravasculares, é reconhecido pelas células e moléculas hospedeiras.
  • Os leucócitos e as proteínas do plasma são recrutados da circulação para o local onde o agente agressor está localizado.
  • Os leucócitos e as proteínas são ativados e trabalham juntos para destruir e eliminar a substância agressora.
  • A reação é controlada e concluída.
  • O tecido lesado é reparado.

CAUSAS DA INFLAMAÇÃO

As reações inflamatórias agudas podem ser deflagradas por uma variedade de estímulos:

  • Infecções (bacteriana, virótica, fúngica, parasitária),
  • A necrose dos tecidos,
  • Corpos estranhos (lascas de madeira, sujeira, suturas),
  • Reações imunes (também chamadas de reações de hipersensibilidade).

¹Trecho retirado integralmente do livro ROBBINS & COTRAN – Patologia Bases Patológicas das Doenças, 9ED

Share
Tweet
Share
Share