Mudanças climáticas trazem de volta doenças já erradicadas

Mudanas-climaticas-trazem-de-volta-doenas-ja-erradicadas.jpg

Degelo na Sibéria traz vírus nocivos à superfície depois de alguns milênios enterradas sob o gelo. O descongelamento do permafrost, camada de solo permanentemente congelada, revela o perigo sanitário que a humanidade poderá sofrer caso o aquecimento global não seja controlado. Os cientistas não vêem os efeitos do descongelamento como algo impensável, uma vez que, há casos recentes relatados de pessoas contaminadas por doenças já erradicadas.

Os habitantes da península de Yamal, 2.500 km ao nordeste de Moscou, sofreram na pele as consequências do degelo: uma criança morreu, e outras 23 pessoas contraíram antraz em julho passado. Faz 75 anos que a infecção tinha desaparecido da região.

Os cientistas apontam que o ressurgimento da doença se deve provavelmente ao descongelamento de um cadáver de rena morta por antraz há décadas. Uma vez liberada, a bactéria mortal (um bacilo) infectou várias manadas de renas.

¹ANTRAZ

O antraz é causado pelo Bacillus anthracis, um bastonete aerpobio facultativo, Gram-positivo, formador de esporos. O nome vem da palavra grega anthrakis, que significa ”carvão”. O antraz é fundamentalmente uma doença de animais, mas também foi desenvolvido nas décadas passadas por algumas nações como uma arma de guerra biológica e foi utilizado por uma ou mais pessoas como bioterrorista em 2001 nos Estados Unidos.

EPIDEMIOLOGIA

A infecção humana por B. anthracis geralmente está associada a uma fonte zoonótica como cabras, ovelhas, gado, antílope, kudu (espécie de antílope africano), porcos, cavalos, zebu e outros animais. Produtos de origem animal que podem transmitir a infecção incluem carne, lã, couro cru (pele), ossos e pelos. O solo contaminado com esporos, que podem persistir por muitos anos, também representa uma fonte de infecção. Os esporos podem infectar seres humanos ou animais e, após a contaminação, germinam na forma vegetativa da bactéria, causando a doença clínica.

¹Trecho retirado do livro Goldman Cecil Medicina, 25ª ED

Share
Tweet
Share
Share