Bibliotecas digitais em tempos de metodologia ativa

post_blog_biblioteca_digital.png

Em parceria com Suely de Brito Clemente Soares, da Content Mind, a Elsevier promoveu  o Webinar "Bibliotecas digitais em tempos de metodologia ativa".

Separamos alguns trechos para que você fique por dentro de todo o conteúdo ministrado, além de acesso ao vídeo completo.

“É possível aprender através de uma comunidade virtual de aprendizagem?”. Segundo Suely de Brito, essa foi uma das primeiras perguntas feitas ao começar suas pesquisas sobre o tema da metodologia ativa.

Na época, por volta do ano 2000, não existiam bibliotecas digitais que possibilitavam acesso às dissertações e teses, o que dificultava pesquisas e até mesmo o aprendizado.

O sistema informacional dos últimos 20 anos era totalmente vertical, onde a informação era distribuída de um para todos.

Atualmente, possuímos acesso amplo às bibliotecas digitais mais importantes do mundo, o que proporciona uma ampla variedade de conteúdos de qualidade para aperfeiçoamento de conteúdos ministrados dentro de sala de aula, potencializando também o autodidatismo.

Além disso, o sistema informacional tornou-se horizontal, em consequência dos avanços da tecnologia de comunicação e informação.

Tal fator nos dá a possibilidade de compartilhamento de informação, sendo ele instantâneo, mantendo assim, a interconexão atemporal e desterritorializada. É necessário aprender a explorar a tecnologia que está à nossa disposição.

Estamos conectados à Internet das Coisas, onde objetos interagem entre si, sem que haja comandos contínuos do seu operador. Estamos vivenciando a tecnologia, mas não estamos aplicando-a ao nosso cotidiano profissional adequadamente.

Devemos salientar que as metodologias de ensino e aprendizagem podem ser divididas em ativa e passiva.

Para a ativa, há o autodidatismo nato ou é estimulado pela escola e pelos professores. Sendo assim, os estudantes fazem seleção da própria informação, onde a pesquisa é iniciada a partir da motivação.

A sala de aula é apresentada em formato de roda viva, arena ou circular, onde um tema é colocado como foco da aprendizagem e todos são convidados a participar.

As bibliotecas digitais, no contexto da metodologia ativa, são aquelas que disponibilizam todas as interações para o aprendiz autônomo, aquele que busca uma informação desintermediada, a partir de qualquer lugar e a qualquer hora.

Muitas vezes as fontes de informação não são valorizadas porque há a falta de conhecimento sobre a metodologia ativa.

Porém, a metodologia mais utilizada atualmente é a passiva, onde o professor repassa informações e as cobra. Além disso, quando existem fontes externas à sala de aula, elas são fornecidas pelo professor, direcionando muitas vezes para aquilo que ele já sabe, fazendo com que os alunos não sintam tanto interesse em realizar pesquisas aprofundadas e de forma autodidata.

Assista ao vídeo do Webinar e confira o conteúdo na íntegra.

Atualiza-se agora mesmo sobre a nova forma de transmitir conhecimento!

Share
Tweet
Share
Share