Vida na Elsevier:
Ludivine Allagnat

localTóquio, Japão

"O que eu mais gosto é que o meu trabalho aqui nunca é igual; eu sempre aprendo alguma coisa nova"

Fotografia de Ludivine Allagnat

Qual é a sua função em ajudar a empresa a atingir as suas metas?

Sou gerente sênior de relações acadêmicas globais e atualmente trabalho na movimentada e dinâmica cidade de Tóquio. Minhas principais responsabilidades incluem o desenvolvimento de relacionamentos com universidades, agências financiadoras e governos em um nível mais alto de administração, o que é feito principalmente por meio de projetos de liderança inovadora como conferências, relatórios ou inciativas colaborativas.

O que a Elsevier, como empresa, significa para você?

Para mim, a Elsevier é uma editora que está há um longo tempo no mercado e que evoluiu de publicações acadêmicas clássicas para uma editora multimídia internacional. Eu acho a história de transformação da empresa muito interessante – transmitimos uma forte imagem tanto de estabilidade quanto de inovação em um setor que está sempre mudando.

Qual é a sua lembrança preferida do tempo em que trabalhou na Elsevier?

Minha lembrança preferida é uma coisa que eu também considero uma conquista pessoal. Estou na empresa há apenas três anos, mas o primeiro grande projeto em que trabalhei foi um relatório de uma pesquisa sobre células-tronco. Eu me envolvi muito, juntamente com uma equipe incrível, em todos componentes do projeto: conteúdo, revisão, entrevistas e até mesmo no layout e na promoção. Mas não parou por aí – o projeto foi lançado em parceria com uma importante empresa de mídia japonesa, e culminou em um imenso congresso nacional em Tóquio, onde eu tive que fazer a apresentação em japonês diante de 1.500 pessoas! Eu nunca tinha ficado tão nervosa na minha vida, mas consegui fazer a apresentação com o apoio dos meus colegas.

O que você gosta mais sobre trabalhar na Elsevier?

"O que eu mais gosto é que o meu trabalho aqui nunca é igual; eu sempre aprendo alguma coisa nova, especialmente porque não sou pesquisadora com formação científica ou técnica" Essa variabilidade é um elemento que acho muito gratificante. Também acho que o ambiente de trabalho é acolhedor e estimulante. Como eu também sou mãe de dois meninos, o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal é um fator importante e a Elsevier realmente cria um ambiente de trabalho de apoio que me ajuda viver as minhas duas vidas.

Existe uma frase ou filosofia que resuma a sua maneira de viver?

Mantenha-se positivo! É importante manter uma atitude positiva porque, quando pensa sobre isso, você passa uma parte significativa do dia e da semana no trabalho, então é melhor aproveitá-los. É óbvio que nem todos os dias serão divertidos, mas é crucial manter essa atitude e ser grato.

Mais pessoas

Foto de Caroline Jones

Caroline Jones

localOxford, Inglaterra

Foto de Alicia SoSo

Alicia SoSo

localTóquio, Japão

Foto de Justin Mytton

Justin Mytton

localRio de Janeiro, Brasil